Destruição mental sem volta. Auto avaliação é uma saída.

‘Marcha das Vadias’ protesta durante a JMJ em Copacabana pelo fim da violência sexual. Foto: O Globo

Nem, Jesus Cristo agradou a todos, provavelmente algum irá gritar.

As pessoas estão se autodestruindo, certamente lhe digo, pois o momento em que vivemos é tão único que jamais vi em meus 45 anos tanto, ironia, desgosto, prepotência e cara de pau de falarmos uma coisa e fazermos outra. Faço ‘mea-culpa’, me incluo. Precisamos nos autoavaliar, diariamente. Só assim vamos conseguir medir e como numa doença letárgica acertar a dosagem  e com mais precisão acertar nossas ações. Estamos envoltos em uma áurea de desrespeito mútuo, principalmente nas mídias sociais. Morreram aquelas palavras mágicas, ‘por favor’, ‘obrigado’, ‘por gentileza,’grato’, e estamos uns mais e outros menos, a mercê de uma destruição sentimental sem volta.

É revoltante como a falta de delicadeza impera nas pessoas e ao verem um erro por menor que seja, é ele o motivo de um estardalhaço social. Um estardalhaço social que vem carregado de angústia, de palavras muitas vezes repugnantes, carregadas de ódio sentimental como se aquilo fosse a saída para sua negatividade mental. Precisamos nos reciclar. precisamos melhorar ou vamos transformar nosso mundo em um verdadeiro caos, e existem pontos que não tem volta.

Publicado em Comportamento

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*

Arquivos

Categorias