28ª Expobento de 2018. Mais de 200 mil visitantes, que contem aos outros.

Com corredores mais largos, estandes mais espaçosos e de maior metragem, estacionamentos com espaços e vagas em todos os arredores dos pavilhões, bairros Fenavinho, Vila Nova e ou Licorsul demonstraram o reduzido número de visitantes embora digam ao contrário.

Falo isso porque morro próximo aos pavilhões e pela primeira vez ví algo tão desastroso em uma feira, o ápice que ninguém que promove um a feira quer:  sobrar estacionamentos.

Na feira, em minha visita a diversos comerciantes principalmente de fora, também foi constrangedor ouvir que as vendas foram fracas e reduzidas e que seria a última feira que fariam em Bento. Isso em consulta no último dia de feira. Uma triste realidade. Mas para para parte da população de Bento Gonçalves , tudo foi maravilhoso, ‘espetacular’ diria meu primo.

A Expobento 2018, foi ironicamente maior que a de 2017, com mais de 200 mil visitantes, cerca de 209 mil. Conheço dezenas, se não centenas de feiras em todo país e dentro da minha falsa modéstia, duvido muito e não acredito neste movimento de pessoas e muito menos de vendas depois de ouvir diversos comerciantes. Teria eu errado os locais e visitado apenas em quem não vendeu? Provavelmente é erro meu.

Mas é claro que para tudo tem uma explicação. Também ficou claro a falta de maiores investimentos em publicidade e propaganda,  e a pouca que foi feita e me parece ‘direcionada aos amigos’,  de forma desarmoniosa para difundir a feira foi um grande motivo deste final sequelado, de uma ideia que deveria ser a maior feira multissetorial do Brasil.

A CIC de Bento Gonçalves por nome de seu atual presidente e vejam bem ‘apenas de seu presidente’, não quis muito papo com parte da imprensa e tem colecionado ‘inimigos comerciais’ em Bento Gonçalves. Desacertivo, pois o mundo é redondo e dá voltas , e nestas voltas precisamos nos firmar para não cair. Não só eu mas muitos dos que circulam entre meu eixo de amizades, inclusive da própria diretoria do CIC de Bento Gonçalves acreditam que algumas medidas diferentes poderiam ter sido tomadas fora do ‘egocentrismo’ e aí sim, com orgulho chegar ao final do evento, comemorar o sucesso pleno. Mas minha opinião, é apenas minha opinião. Algo que apenas tem valor quando lhes convém e não vou deixar de dá-la, porque muitos querem ouvir uma outra versão guardada as sete chaves. E acreditamos, acredito que exista.

209 mil visitantes. Deixemos para os outros publicarem estes números. Esperamos quem sabe ali na frente teremos surpresas, aí podemos divulgar com prazer.

Em um mundo atual em que não podemos mostrar nossas opiniões pois uma chuva de interesses caem sobre nossa cabeça, vou dando a minha, a real, sem rabo preso e é assim que a imprensa, não a marrom, aquela outra que trabalha da forma mais correta possível deveria ser.

 

 

‘Até as torres mais altas começaram do chão.’

(provérbio chinês)

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

*